quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Ei, Moça!


Pega aqueles sorrisos que guardaste na gaveta e pendura eles na parede do teu quarto.
E aquelas decepções amontoadas no teu armário, tranque tudo no porão do passado e jogue a chave fora.
Desate os nós. Aperte os laços.
Sabe moça, a vida é mesmo passageira,
Besteira carregar tantos pesos.

Veste aquele teu vestido bonito,
aquele chamado hoje,
E saia por aí a dançar.
Solta o cabelo, deixa o vento te levar.
Ahh, e não desista daqueles teus sonhos já amarrotados que Deus te fez sonhar.
E esse teu coração estraçalhado deixa o médico dos médicos curar.
Olha pequena, ser feliz é uma decisão que só cabe a você tomar.
Acredite, as noites frias não são eternas, e essa tua ferida um dia vai se cicatrizar.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Eu Queria



Eu não sou reconhecida como sua seguidora pela minha aparência ou pelas roupas que visto. Sou reconhecida como sua pelo o que há dentro de mim. Essa sua essência que transborda através da minha maneira de falar, de pensar, de sonhar, de viver. Não há nada em mim que não tenha um pouquinho de você. E juntando tudo, tem tanto de você em mim, Jesus, que nem sei mais discernir nós dois. Não sei onde começa eu, onde termina você em mim. E não tem nada haver com religião. Tem haver com você, Jesus.Tem haver com o fato de ser você a peça que preencheu o que faltava no quebra cabeça da minha alma. Tem haver com o fato de você ser o cara mais incrível que já conheci e eu te admirar pra caramba. 
Eu queria, Jesus, que todos te vissem como alguém e não como algo. Que todos tivessem essa coisa que a gente tem, essa intimidade, essa sintonia. Eu queria que todos entendessem o sentido da coisa. Que você veio para nos trazer liberdade e não para nos impor uma lista de "isso pode e isso não pode". Eu queria que todos te sentissem como eu te sinto. Que todos provassem do seu amor. O tipo de amor mais ousado que já conheci. 
Eu queria.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Ainda não era amor, mas poderia ter sido...


Tinha tudo pra ser. E da minha parte era. Ahh moreno da minha parte era tão intenso, tão verdadeiro, tão inexplicável.
Tão profundo que meio que me seguei. Apostei tudo, eu tinha uma fé danada na gente. Como eu pude não perceber que da sua parte não era. Não era verdadeiro, não era nada... E eu tão apegada a esse nada, à suas migalhas... Tinha tudo pra ser, mas você não contribuiu para que  fosse. E esse é o meu consolo, tinha tudo pra ser e se não foi, não foi por minha culpa. Dei um duro danado na minha luta pela gente... E ai você se foi, ao poucos, depois de vários vácuos e vez ou outra suas mensagens decoradas do tipo "foi mal, tô ocupado aqui, mas eu te amo tá? ".. Você se foi... E eu não fiz nada pra te trazer de volta. Deixei ir. Deixei porque tava cansada. Cara, é o que eu sempre digo, amar sozinha cansa. E por mais que você diga que era recíproco... (embora eu ache que quem ama acha tempo, quem ama luta, quem ama demonstra e não apenas diz) sei lá. Acho que mereço algo mais profundo, mais intenso. Sou mar, quero mergulhar... e o que você tinha pra me oferecer era raso demais, entende?
Mas, mesmo contudo, não me canso de pensar que poderia ter sido. Mas não foi... Uma pena.
A gente combinava... Cê num acha?

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Eu me recuperei, rapaz.



Abri a porta ainda com receio do mundo.  Eu havia me trancado dentro de mim, longe de tudo lá fora. O mundo já havia me machucado demais. Preferi  me isolar. ((Quando falo do mundo refiro_me especialmente a você. Deus disse que no mundo teríamos aflições e umas decepções a mais. Você me decepcionou tanto, menino. Não teria outro adjetivo que te descreveria tão bem. Tem muito do mundo em você.)) A tarde estava ensolarada e o céu parecia uma perfeita aquarela. O vento manso agitava meu cabelo. E os coqueiros mudavam a aparência do céu deixando-o ainda mais atraente. Voltar a sentir o raio de sol no meu rosto e o abraço do vento foi meio estranho. Eu tinha medo. Medo que alguém voltasse a me machucar. Mas preciso confessar que sentia um pouco de falta de tudo aquilo. Um pouco. Foi grande o reboliço que você fez na minha vida.

Corri por aquelas trilhas embrenhando-me por entre os altos coqueiros... Senti o sangue bombeando cada vez mais forte por entre minhas veias. Pulsava com força no interior dos vasos. É como se eu fosse ansiosamente em busca de algo. A liberdade talvez.
Mudei os temas das poesias. Não havia mais só dor em mim. Não havia mais tanta saudade... Algo havia preenchido grande parte do vazio que você deixou. Acho que era o amor próprio que despertou de um sono profundo. Senti-me viva como à muito não me sentia.
Orei bem baixinho. Pedi a Deus que não deixasse que aquela sensação boa que invadia meu peito naquele exato momento fosse embora como você se foi.

Talvez você nem vai ler tudo isso. Você nunca foi fã de poesia rs. Mas caso leia quero apenas te avisar que eu me recuperei, rapaz. E da dor guardei apenas o aprendizado. Aprendi muito.
Estou bem, e o coração aberto para novas emoções. Sim, novas emoções. Achou que eu ia desistir do amor? Hahaha
Espero que dê tudo certo por ai. E caso não der não questione. A gente colhe o que planta.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Promete que vai ficar?



Ah moreno, se estes teus olhos tão lindos pudessem ver por detrás do meu peito como tá meu coração. Se pudesses enxergar a bagunça que tá, a desordem o furacão. Se pudesse ver a quantidade de remendos e curativos você entenderia esse meu medo. Meu coração sofre de partidas. Então, só me promete que você não vai embora.
Promete?
Promete entender que eu tenho mais fases que a lua e que num piscar de olhos meu humor pode mudar, e promete que nessa hora você não vai se exaltar porque cê sabe que eu não vou me calar e a gente vai brigar. Promete que quando eu estiver insuportável com um mau humor dos infernos cê não vai me deixar.
Promete que quando eu tiver uma daquelas crises de ciumes e ver coisas onde não tem, quando eu tiver cheia de desconfianças bobas, ao invés de gritar, brigar  cê vai apenas me abraçar forte, e me fazer sentir amada, e me mostrar que você só tem olhos pra mim.
Promete que quando tudo ao meu redor estiver um caos cê vai apenas olhar nos meus olhos tirar meus cabelos da cara e dizer que vai ficar tudo bem, mesmo que talvez não fique. Promete que não vai de cansar de mim, que não vai desistir da gente.
Mesmo quando eu estiver na tpm e até um "eu te amo" seu me estressar.
Promete que vai me achar linda e me amar mesmo quando a primavera passar e eu estiver no pior dos meus outonos.
Promete que vai ficar.